Notícias

LETRAMENTO CHEGA À CAPITAL E 21 MUNICÍPIOS

Lançamento do Letramento em Programação 2021

 

Em evento online com mais de 130 participantes, incluindo prefeitos, secretários e educadores de 21 municípios gaúchos, a Fundação Imed lançou na última quarta-feira (17) a edição 2021 do programa Letramento em Programação, que desenvolve no Estado em parceria com o Instituto Ayrton Senna e o Instituto Jama.


Com a ampliação anunciada pelo professor Amilton Martins, líder do Laboratório de Ciência e Inovação para a Educação (InovaEdu), o programa criado em 2016 e que leva conhecimento computacional a alunos e professores da rede pública passará a abranger 100 escolas e mais de 2.500 estudantes, chegando pela primeira vez à Capital.


No evento de lançamento, a professora Márcia Capellari, Diretora do HUB de Inovação da Imed, fez um agradecimento especial ao Instituto Jama e aos demais parceiros, destacando a evolução e a dimensão do programa:
- Nosso programa não apenas ensina. Ele leva dignidade às crianças e às famílias. E oferece oportunidades para a construção de um país melhor.


Em seguida, representando os municípios contemplados, falou o vice-prefeito de Passo Fundo, João Pedro Nunes:
- Estamos construindo cidadãos participativos. Vamos vencer a epidemia com a vacina e também com a solidariedade.


Pela prefeitura de Porto Alegre, que passa a oferecer os conteúdos do Letramento para gestores e alunos, manifestou-se a secretária de Educação Janaína Audino.
- A pandemia está nos mostrando o quanto a linguagem dos computadores é importante nesta nova realidade. A Smed recebe com felicidade este conhecimento e esta inovação tecnológica nas suas escolas.


Na sequência, o diretor-presidente do Instituto Jama, Jayme Sirotsky, complementou:
- Quando este programa foi lançado, cinco anos atrás, ninguém imaginava o quanto precisaríamos desses conhecimentos. Eles são fundamentais para diminuirmos as desigualdades sociais. Às palavras-chave já pronunciadas anteriormente eu gostaria de acrescentar outras duas: desigualdade e ação. Temos que agir para que a parte desigual da sociedade também tenha acesso ao futuro.


O representante da Secretaria Estadual de Educação, Sílvio Zomer, disse que o governo do Estado também trabalha para que o ensino remoto se torne usual. Para tanto, 10 novas escolas de Porto Alegre, pertencentes à rede estadual, foram incluídas no programa.


Por fim, o gerente de projetos do Instituto Ayrton Senna, criador do programa, concluiu:
- Por tudo isso que ouvi hoje é que consideramos o Letramento o xodó do nosso Instituto. Ele encanta a todos.


As atividades da nova etapa devem iniciar na segunda quinzena de abril, condicionadas aos protocolos determinados pelos gestores da pandemia.