Notícias

Doações beneficiam seis instituições

Cestas para a Aldeia da Fraternidade

 

Embora as aulas presenciais do Estado e do município de Porto Alegre continuem suspensas em decorrência da pandemia de coronavírus, o Instituto Jama mantém seus investimentos sociais destinados à educação, direcionando-os para instituições e segmentos populacionais mais vulneráveis. Nesta semana, seis entidades locais foram beneficiadas com 1000 cestas básicas compostas por produtos de alimentação e material de higiene e limpeza, adquiridas da empresa Boa Mesa Comercial de Alimentos, que também prestou o serviço de distribuição.


Receberam as doações o Centro de Educação Ambiental Marli Medeiros, da Vila Pinto, que oferece à comunidade creche, atividades artísticas, esportivas, culturais, de lazer, de qualificação profissional, educação ambiental e assistência social, jurídica e psicológicas para crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos; o Instituto da Criança com Diabetes, que presta assistência interdisciplinar gratuita a mais de 3 mil crianças e adolescentes portadores da doença; a Associação Educacional e Beneficente Emanuel, que atende em torno de 600 pessoas, entre idosos, dependentes químicos, moradores de rua e deficientes físicos; a Associação Primeiro Saque, de Canoas, que atende cerca de 40 crianças em situação de vulnerabilidade; a Aldeia da Fraternidade, que oferece ensino formal e refeições para 199 crianças em turno integral e 132 crianças e jovens no contraturno escolar; e Associação Saúde da Criança, da Capital, que trabalha com metodologia pioneira para reestruturar as famílias de crianças em risco social, provenientes de unidades públicas de saúde, e promover o seu autossustento.


Em paralelo, o Instituto Jama continua apoiando a Central Única das Favelas (CUFA/RS) e o Instituto Floresta, que mantêm campanhas permanentes de arrecadação de donativos e doações de cestas básicas às populações mais atingidas pela crise econômica e pelo desemprego decorrentes da pandemia.